Agronegócio
Soja: tensão entre EUA e China faz Chicago fechar em baixa
Os contratos com entrega em julho fecharam com baixa de 1,75 centavo ou 0,2% em relação ao dia anterior, a US$ 8,33 por bushel

Por Canal Rural
Publicado 22/05/2020
A A
Foto: Embrapa

A soja em grão fechou esta sexta-feira, 22, com preços mais baixos na Bolsa de Chicago. De acordo com a consultoria Safras, diante do cenário externo desfavorável, o mercado manteve a fraqueza desde os primeiros negócios.

“A tensão entre a China e os Estados Unidos é o principal fator de pressão, causando perdas nas bolsas de valores norte-americanas e no petróleo”, informa. Na semana, a posição julho para o grão caiu 0,63%.

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com baixa de 1,75 centavo ou 0,2% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,33 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 8,37 por bushel, com recuo de 1,50 centavo ou 0,17%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo fechou com alta de US$ 1,60, ou 0,56%, em relação ao fechamento anterior, cotada a US$ 284,10 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 26,67 centavos de dólar, baixa de 0,44 centavo ou 1,62% na comparação com o fechamento anterior.

Fonte: Canal Rural

Fechamento Anterior   Julho Fecharam   Chicago   grão   Estados Unidos   fechamento   Consultoria Safras   Julho   Centavo   Anterior  

Mais em Agronegócio