Agronegócio
MANDIOCA: Com poucas lavouras disponíveis, plantio é prioridade

Por Cepea
Publicado 29/06/2020
A A
Foto: Meramente Ilustrativa de feraugustodesign por Pixabay

Praticamente sem lavouras de raízes de 1 ciclo e meio, que, na maioria dos casos, estão negociadas entre produtores e indústrias, as atividades de plantio, como separação de manivas, preparo de solo ou semeio, continuaram sendo prioridade na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea – alguns agricultores iniciaram a poda nas lavouras de raízes mais novas. Assim, nesta semana, a oferta de mandioca diminuiu, exceto em algumas regiões em que a raiz de 1º ciclo já foi colhida.

Do lado da demanda industrial, entretanto, tem apresentado aumento. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), as chuvas devem continuar ao longo desta, podendo acumular mais de 100 mm para o estado do Paraná e mais de 30 mm para Mato Grosso do Sul. Se esse cenário se confirmar, a oferta pode diminuir ainda mais. Além disso, com o avanço da poda, a disponibilidade pode ser menor neste terceiro trimestre. Ao mesmo tempo, a comercialização das lavouras “mais novas” dependerá também dos patamares de preços a serem praticados. No entanto, uma recuperação mais expressiva das cotações será reflexo da demanda pelos derivados, especialmente da fécula.

Fonte: Cepea

Sendo Prioridade   MATO GROSSO   MANDIOCA   Continuaram Sendo   Instituto Nacional   Ciclo   Regiões   Regiões Acompanhadas   Raízes   Cepea  

Mais em Agronegócio